Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
6





                                              

                            

 

 

 


Festa de Prosa, Música e Poesia
Festa de Prosa, Música e Poesia

FESTA DE PROSA, MÚSICA E POESIA

 

COM A PRESENÇA DE NOMES DE PROJEÇÃO INTERNACIONAL, 32ª FEIRA DO LIVRO DE CANOAS COMEÇA NESTE SÁBADO DESTACANDO ESCRITORES, PENSADORES E GRANDES ARTISTAS DA HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA.

 

Não é de hoje que a Feira do Livro de Canoas se consolidou como um dos mais importantes eventos de incentivo à leitura do Rio Grande do Sul.  Em 2016, apesar da crise, a Feira não perdeu o ritmo, reunindo um time de bons autores, nacionais e internacionais, e músicos reconhecidos pela sua relação com a literatura.

 

- A Feira do Livro é um dos eventos mais qualificados da programação cultural de Canoas e do Rio Grande do Sul.  O nosso compromisso é despertar a curiosidade e o interesse das pessoas, além de contemplar diferentes públicos, sempre com a literatura e o livro em foco – sintetiza Luciano Alabarse, secretário da Cultura de Canoas.

 

É por isso que, na programação de duas semanas do evento, há nomes do calibre de Gonçalo M. Tavares, português vencedor de alguns dos maiores prêmios de literatura para língua portuguesa e considerado por Saramago o provável “próximo português a ganhar um Nobel”, e o norte-americano Benjamin Moser, biógrafo de Clarice Lispector e responsável pela organização da coletânea TODOS OS CONTOS, lançada no ano passado no Exterior e este ano no Brasil.

 

Alabarse destaca a importância de uma parceria com a Feira Literária Internacional de Paraty (Flip), que ajudou a trazer a Canoas nomes como Moser e Arthur Japin, autor de O HOMEM COM ASAS, uma obra que parte do roubo do coração de Santos Dumont, um acontecimento real, para investigar a personalidade do brasileiro inventor do avião.

 

Além da literatura, a feira do Livro de Canoas tem a intenção de trazer debates atuais para sua programação, Alabarse avalia que é importante trazer filósofos e pensadores dos mais diversos espectros para garantir ao evento o valor que ele deseja: o de transformar e fazer pensar.  É por isso que estão na programação nomes como o do economista Luiz Gonzaga Belluzzo e do filósofo e colunista Vladimir Safatle.  E essa intenção de discutir questões atuais acabou por fazer com que a organização da feira decidisse pensar com carinho especial na literatura feita por mulheres.  Não é à toa, portanto, que a patrona e a escritora homenageada sejam do gênero feminino – Maria Rigo e Martha Medeiros, respectivamente.

 

= É uma discussão atual.  Queremos, sim, trazer mulheres, trazer a questão do gênero para a discussão.  A Feira do Livro tem essa intenção de incentivar as discussões.  Até por isso vamos debater sociedade, conjuntura política, economia – explica o secretário.

 

E não deixa de ser impressionante que, em um ano de crise não só política, mas econômica, se consiga promover um evento de duas semanas com tantas atrações – e todas gratuitas.  Para Alabarse, é apenas mais uma dificuldade, entre outras, para ser superada.

 

- Eu nunca ouvi alguém dizer que um ano era bom.  Desde que nasci, todos os anos são difíceis, isso já não me assusta.  Não preciso de crise para produzir.  Adoraria ter calma e tranquilidade, mas, em um ano duríssimo para todos nós, a vontade de fazer eventos culturais bacanas está intacta – avalia.

 

EVENTO DESTACA LITERATURA DE AUTORIA FEMININA

 

A 32ª Feira do Livro de Canoas traz uma programação especial focada na literatura feita por mulheres.  As homenagens começam por Maria Rigo, nomeada patrona desta edição do evento.  Formada em Teologia e acadêmica de Letras no Unilasalle, ela tem atuação de destaque no incentivo à leitura em iniciativas como a Casa do Poeta (que ajudou a fundar, em 2002, e da qual é presidente de honra) e no Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler), do qual é mediadora.  Já a autora e colunista de ZH Martha Medeiros é a escritora homenageada nesta edição do festival.  Com mais de 20 livros publicados desde 1985 – sua estreia foi com STRIP-TEASE, compilação de poemas –, a escritora já trabalhou com poesia, crônicas, romances, além de um guia de viagem e um infantil.  Já teve obras adaptadas para televisão, cinema e teatro.

 

Além das homenagens oficiais, o evento será encerrado, em 9 de julho, com um dos maiores nomes da história da música brasileira:  Maria Bethânia fecha a feira com seu recital CADERNO DE POESIAS.  A programação com foco na literatura feminina tem ainda nomes como Lya Luft, Luisa Geisler (um dos nomes na lista de melhores jovens escritores brasileiros de 2012 da revista Granta, e Tania Faillace, que lança seu BECO DA VELHA no dia 1º de julho.

 

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

 

BENJAMIN MOSER

Nascido nos Estados Unidos, o autor é especialista em Clarice Lispector, responsável por divulgar  e projetar internacionalmente a obra da autora.  Vem à Feira divulgar o recém-lançado TODOS OS CONTOS, de Clarice, e os ensaios de AUTOIMPERIALISMO, que tratam da cultura e da história brasileiras, a partir de questões de arquitetura.

 

ARTHUR JAPIN

O holandês, conhecido em seu país por incursões na biografia de personalidades de diferentes tempos e contextos históricos, vem ao Brasil lançar O HOMEM COM ASAS, que trata da personalidade de Santos Dumont a partir do roubo de seu coração pelo médico legisla encarregado de embalsamá-lo.

 

WLADIMIR SAFATLE

Filósofo e professor da Universidade de São Paulo (USP), o chileno ganhou notoriedade como colunista do jornal Folha de S. Paulo, onde trata sobre a realidade brasileira, política e sociedade.  Na Feira do Livro, não vai lançar obra, mas discutir a atual situação sociopolítica do brasil.

 

GONÇALO M. TAVARES

Português, porém nascido em Angola, foi apontado por José Saramago como o próximo português a ganhar um Nobel de Literatura.  Vem a Canoas para uma palestra e para ministrar oficina de escrita e imaginação.  É autor de livros como UMA MENINA ESTÁ PERDIDA NO SEU SÉCULO À PROCURA DO PAI.

 

MARIA BETHÂNIA

Uma das vozes mais importantes da história da música brasileira, lançou em 2015 o livro CADERNO DE POESIAS, que organiza todos os poemas escolhidos pela artista para o espetáculo BETHÂNIA E AS PALAVRAS, que rodou o Brasil e Portugal em 2009, além de textos de próprio punho.

 

ARNALDO ANTUNES

Conhecido por unir a música e a poesia,  com uma dezena de livros lançados desde a década de 1980, Arnaldo Antunes é um artista multifacetado e inquieto.  Na Feira do Livro, o tribalista e ex-Titãs vai se encontrar com fãs e promover uma grande sessão de autógrafos de todas as suas obras.

 

JARDS MACALÉ e JORGE MAUTNER

Além de apresentar seu recém-lançado KAOS TOTAL, livro que reúne letras e poemas de sua autoria, Jorge Mautner recebe Jards Macalé no palco para executar canções tradicionais da música brasileira.  Parceria entre dois dos maiores nomes da cultura nacional.

 

LUIZ GONZAGA BELLUZZO

Professor de Economia na Unicamp, ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda (1985-1987) e de Ciência e Tecnologia de São Paulo (1988-1990), fará a palestra O DECLÍNIO DO ARRANJO GLOBAL DOS ANOS 80, ao lado de Marcos Antônio Bósio.

 

 

Fonte:  ZeroHora/Segundo Caderno/Gustavo Foster (gustavo.foster@zerohora.com.br) em 26 de junho de 2016.