Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
10





                                              

                            

 

 

 


Travessia, e o Amor de Anita e Garibaldi
Travessia, e o Amor de Anita e Garibaldi

DE VOLTA AO AMOR DE ANITA E GARIBALDI

 

Leticia Wierzchowski conclui trilogia A CASA DAS SETE MULHERES, inspirada em fatos históricos, com o do romance TRAVESSIA, que será autografado hoje (06/06)

 

Depois de 15 anos e mais de 1,6 mil páginas, A CASA DAS SETE MULHERES está completa. A trilogia, iniciada em 2002 com o livro homônimo, agora chega ao fim com TRAVESSIA, romance que Leticia Wierzchowski lança hoje, na Saraiva do Moinhos Shopping.

 

O calhamaço de 546 páginas “com letra pequena”, como observa a autora, narra a história de amor entre Anita e Giuseppe Garibaldi, que conviveram por 10 anos, lutando lado a lado em episódios como a Revolução Farroupilha (1835-1845) e a Unificação Italiana, concretizada em 1861.

 

- É uma história de amor, mas também de dois seres humanos muito diferentes do comum. Anita era uma mulher muito à frente de seu tempo. Hoje se fala muito em empoderamento feminino, mas ela já não aceitava que as mulheres se sujeitassem a determinadas regras sociais. E Garibaldi era um homem de ação absolutamente incorruptível – avalia Leticia.

 

A ideia de transformar A CASA DAS SETE MULHERES em uma trilogia surgiu depois que o romance inicial foi adaptado para uma minissérie da Globo em 2003. A história das mulheres da família de Bento Gonçalves, confinadas em uma estância por conta da Revolução Farroupilha, teve boa recepção de público, abrindo caminho para um segundo livro. Lançado em 2004, UM FAROL NO PAMPA tem como pano de fundo o período que se estende da Guerra do Paraguai (1864-1870) à Proclamação da República (1889), quando um jovem herdeiro toma posse de sua estância, mas é abalado pelos acontecimentos históricos.

 

TRAVESSIA está sendo lançado mais de uma década depois do volume anterior. A redação foi rápida, mas a autora demorou até decidir qual seria o foco da história. Depois de definir personagens e fatos a serem narrados, escreveu as centenas de páginas do romance em quatro meses, com jornadas diárias de até nove horas diante do teclado.

 

- Quando terminei O FAROL…, minha intenção era fazer um terceiro livro, para fechar a série, mas a ideia não vinha, não sabia o que contar e escrevi sobre outras coisas. Ano Passado, fui convidada a dar uma oficina sobre a estrutura do romance histórico, tendo como base A CASA DAS SETE MULHERES. Foi no meio desse processo que me dei conta de que a pessoa que permeia esses dois romances é o Garibaldi. Foi aí que percebi que tinha de contar a história dele com a Anita – lembra Leticia.

 

Além do lançamento de hoje, está prevista mais uma sessão de autógrafos no dia 17 de junho, no Hotel Wish Serrano, em Gramado, com a presença de Thiago Lacerda, ator que interpretou Garibaldi na minissérie global. Junto co TRAVESSIA, o selo Bertrand Brasil, da editora Record, também relança dos romances anteriores da trilogia da autora, agora com novo projeto gráfico e capas do artista visual Chico Baldini.

 

Leticia fala sobre o novo livro em:

http://videos.clicrbs.com.br/rs/zerohora/video/segundo-caderno/2017/06/leticia-wierchowski-fala-sobre-romance-historico/184876/

 

Fonte: ZeroHora/2º Caderno/Alexandre Lucchese (alexandre.lucchese@zerohora.com.br) em 06/06/2017.