Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
4





                                              

                            

 

 

 


Vencedores do Festival de Cannes/2017
Vencedores do Festival de Cannes/2017

FILME SUECO VENCE O FESTIVAL DE CANNES

 

Palma de Ouro ficou com o longa THE SQUARE, do diretor Ruben Östlund

 

Contrariando todas as expectativas, o filme THE SQUARE, do sueco Ruben Östlund, levou ontem a Palma de Ouro do Festival de Cannes. Participando da mostra principal pela primeira vez, o diretor já tinha ganhado, há três anos, o prêmio do júri na seção Um Certo Olhar, com FORÇA MAIOR (2015).

 

Em THE SQUARE, Östlund faz uma crítica em tom de sátira à burguesia ocidental e ao mundo da arte contemporânea. No filme, o curador de um museu prepara uma exposição com grandes propósitos, centrada na ideia de engrandecer os valores universais por meio de um simples quadrado desenhado no chão.

 

Joaquim Phoenix foi reconhecido por sua atuação em YOU WERE NEVER REALLY HERE, da britânica Lyanne Ramsay. Nesse suspense psicológico, o ator é um veterano da Guerra do Vietnã, traumatizado e viplento, que tem de resgatar uma adolescente de uma rede de prostituição.

 

Diane Kruger foi premiada por seu primeiro grande papel em uma produção germânica, IN THE FADE, do diretor Fatih Akin. Nesse filme, a ex-modelo vive uma mãe de família que busca se vingar das mortes de seu marido, de origem turca, e de seu filho em um atentado cometido por neonazistas.

 

A americana Sofia Coppola, por sua vez, ganhou o prêmio de melhor direção pelo filme O ESTRANHO QUE NÓS AMAMOS, adaptação de romance de Thomas Cullinan que já foi levado aos cinemas em 1971 por Don Siegel, com Clint Eastwood como protagonista.

 

O Grande Prêmio da Mostra foi para o filme francês 120 BPM, de Robin Campillo. Na produção, Campillo resgata uma história que ele próprio viveu, quando ingressou na associação Act Up, cujo ativismo foi chave para forçar o governo francês a abrir os olhos e enfrentar a epidemia de aids. Outro filme que liderava os prognósticos, o drama familiar russo LOVELESS, de Andrei Zvyagintsev, levou o prêmio do júri. Com esse retrato áspero sobre uma sociedade russa brutal e desumanizada, Zvyagitsev recebeu seu terceiro prêmio na mostra francesa.

 

Em sua 70ª edição de aniversário, o Festival de Cannes atribui, ainda, um prêmio especial à atriz Nicole Kidman.

 

TRAILER: The Square = https://www.youtube.com/watch?v=kTg6DVqdvyw

 

 

Fonte: ZeroHora/2º Caderno em 29/05/2017.