Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
4





                                              

                            

 

 

 


O Passado da Humanidade
O Passado da Humanidade

 

O PASSADO DA HUMANIDADE.

A História Geral estuda o passado da humanidade desde o aparecimento dos primeiros povos.

Quase todos os povos antigos viveram no Oriente e por isso mesmo pertencem à Antiguidade Oriental, como os egípcios, na África, e os que habitam a Ásia:  assírios e caldeus, na região da Mesopotâmia, banhada pelos rios Tigre e Eufrates, os hebreus, na Palestina, os fenícios e os persas. Esses povos, na África (egípcios) e na Ásia Ocidental, povoaram, portanto, uma região vizinha da Europa ou Ocidente e que por isso se chamou Oriente Próximo; mas houve outros povos orientais, como os chineses, no outro lado da Ásia, na região que, por estar muito afastada da Europa, teve o nome de Extremo Oriente.

Depois dos povos orientais, surgiram os gregos e os romanos que povoaram a Europa; daí a divisão da Antiguidade em Antiguidade Oriental e Antiguidade Ocidental, também chamada clássica.

Dos povos antigos, alguns, como os assírios e os caldeus, não existe mais:  são povos extintos.  Podemos, porém, conhecer a sua história porque existem numerosos monumentos, estátuas, restos ou ruínas de palácios e de templos, contendo inscrições, que foram depois decifradas.  Esses monumentos, templos, etc., são chamados fontes históricas.  Atualmente os grandes sábios estudam os povos do Oriente, desse modo, pela leitura das inscrições: chamam-se egiptólogos, quando se dedicam à Egiptologia, e assiriólogos, quando tratam dos povos da Mesopotâmia, como os assírios e os caldeus (Assiriologia).

Houve também  escritores antigos cujos livros são considerados fontes históricas. Heródoto, por exemplo, apelidado o Pai da História, foi um grego que escreveu sobre a história do Oriente; outra fonte histórica importante para o conhecimento da Antiguidade é a Bíblia, livro sagrado dos hebreus, que narra muitos acontecimentos ocorridos com os povos vizinhos.

O último a ser estudado na Antiguidade é o romano, que chegou a dominar todos os outros, constituindo um grande império.  No ano de 395, quando o Império Romano foi dividido em Império Romano do Ocidente e Império Romano do Oriente, termina a Antiguidade e começa a Idade Média.

A Idade Média durou pouco mais de mil anos e terminou quando os turcos, em 1453, tomaram a capital do Império Romano do Oriente, a cidade de Constantinopla.  Desse modo, o descobrimento do Brasil verificou-se já no início da Idade Moderna, que se prolonga até a Revolução Francesa (1789), quando começa a Idade Contemporânea.