Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
12





Partilhe esta Página

                                             

                            

 

 

 


Sintagma Nominal [SN] - O que são Determinantes?
Sintagma Nominal [SN] - O que são Determinantes?

Escultura de Su Blackwell - The Secret Garden

 

O que são determinantes?

Os determinantes são um tipo de morfema que depende em gênero e número do substantivo com o qual se relaciona.

a)    quantitativa - representa uma quantidade ou a posição em uma escala do conceito que o substantivo expressa.

Exemplos: muita fome,  sexto dia, algumas bolsas etc.

b) dêitica – aponta a designação do SN para pessoas do discurso. Exemplos: essa blusa, meu livro.

c) vinculativo – informa que a relação dêitica expressa ‘vínculo, movimento’.

Exemplos: minha vida, nossa viagem.

 

c) remissivo – informa que o conceito é conhecido do interlocutor ou faz parte da situação comunicativa.

Exemplo: mesma casa.

d) identificador – informa que o conceito, objeto ou ser designado pelo substantivo é conhecido do interlocutor ou faz parte da situação comunicativas.

Exemplo: O livro que comprei foi esse.

e) focalizador – mostra a posição do enunciador sobre o que ele está dizendo, ou seja, aponta a relevância do SN com o resto do enunciado: Ele comprou o próprio apartamento.

 

É importante que você saiba que as nomenclaturas podem ser diferentes.

 

Ataliba de Castilho, importante linguista da atualidade, chama de “especificador” o item que outros autores chamam de “determinante”.

 

Segundo ele: “os especificadores compreendem (i) artigos; (ii) demonstrativos; (iii) possessivos; (iv) quantificadores; (v) expressões qualitativas do tipo o estúpido do, a porcaria do etc.; (vi) delimitadores [...].

 

Deve-se ter em conta que o termo “especificadores é um rótulo de caráter sintático que designa um constituinte sintagmático e sentencial, qualquer que seja sua interpretação semântica.” (p. 454)

 

(CASTILHO, Ataliba T. de. Gramática do português brasileiro. São Paulo: Contexto, 2010.)

 

A classe dos determinantes é formada por:

Artigos definidos

Artigos indefinidos

Pronomes possessivos

Pronomes demonstra-tivos

Pronomes indefinidos

Alguns adjetivos

Numerais ordinais

Numerais cardinais

Classificação dos determinantes

A determinação pode ser do tipo:

Focalizador

 

Quando mostra a posição do enunciador sobre o que ele está dizendo, ou seja, aponta a relevância do SN com o resto do enunciado.

 

Exemplo:

 

Ele comprou o próprio apartamento.

 

Quantitativo

 

Quando representa uma quantidade ou a posição em uma escala do conceito que o substantivo expressa.

 

Exemplos:

 

muita fome,  sexto dia, algumas bolsas etc.

 

Dêitico

 

Quando aponta a designação do SN para pessoas do discurso.

 

Exemplos:

 

essa blusa, meu livro.

 

Vinculativo

 

Quando informa que a relação dêitica expressa “vínculo, movimento”.

 

Exemplos:

 

minha vida, nossa viagem.

Remissivo

 

Quando informa que o conceito é conhecido do interlocutor ou faz parte da situação comunicativa.

 

Exemplo: mesma casa.

 

Identificador

 

Quando informa que o conceito, objeto ou ser designado pelo substantivo é conhecido do interlocutor ou faz parte da situação comunicativas.

 

Pronomes como SN

Há diversos pronomes que podem funcionar como núcleo do SN e que são chamados pela Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB) como pronomes substantivos.

 

Segundo Bechara (1999: 163), pronomes substantivos são pronomes que funcionam como substantivo.

 Quando dizemos “Isso é um absurdo”, o pronome ISSO é um pronome substantivo. Quando o pronome aparece como referência a um substantivo que pode ou não aparecer na frase, temos um pronome adjetivo. É o que acontece em “Nosso carro é mais veloz que o seu”: “nosso” e “seu” são pronomes adjetivos porque se referem ao substantivo “carro”.

 

Os pronomes pessoais apresentam três grupos de funções:

 

Pronomes retos (eu, tu, ele/ela, nós, vós eles/elas)  

Embora não listados pela Gramática Normativa, os pronomes de tratamento como você/vocês, senhores/senhoras, prezado cliente entre outros, podem funcionar como pronomes retos.

 

Pronomes oblíquos átonos (me, te, lhe, o/a, se, nos, vos, lhes, os/as, se) 

Aparecem sem preposição.

 

Pronomes oblíquos tônicos (mim, ti, ele, ela, si, nós, vós, eles, elas, si, comigo, contigo, consigo, conosco) 

Aparecem com preposição.

 

Formas de tratamento

Pronomes Possessivos

 

SINGULAR:

 

1ª pessoa: meu, minha, meus, minhas.

2ª pessoa: teu, tua, teus, tuas.

3ª pessoa: seu, sua, seus, suas.

 

PLURAL:

 

1ª pessoa: nosso, nossa, nossos, nossas.

2ª pessoa: vosso, vossa, vossos, vossa.

3ª pessoa: seu, sua, seus suas.

 

Pronomes demonstrativos (identificadores)

Os pronomes demonstrativos ‘são os que indicam a posição dos seres em relação às três pessoas do discurso. Esta localização pode ser no tempo, no espaço ou no discurso:

1ª pessoa: este, esta, isto;

2ª pessoa: esse, essa, isso;

3ª pessoa: aquele, aquela, aquilo.

[...]

São ainda pronomes demonstrativos o, mesmo, próprio, semelhante e tal.

 

Considera-se o pronome demonstrativo [...] quando funciona com valor ‘grosso modo’ de isto, isso, aquilo ou tal: Não o consentirei jamais.” (BECHARA: 1999, 167)

 

Pronomes indefinidos

Aplicam-se à 3ª pessoa com sentido vago ou para indicar quantidade indeterminada.

 

São exemplos de pronomes indefinidos:

 

Alguém, ninguém, tudo, nada, algo, outrem, nenhum, outro e um quando aparecem isolados, qualquer, cada, muito, mais, menos, diverso etc.

  • Quantificadores
  • Remissores

 

SNs formados por nomes partitivos / Modificador

O SN pode ser formado por nomes como:

EXEMPLO:

• Parte dos livros se perdeu durante a enchente.

 

• A maioria dos alunos fez o exercício.

 

O SN pode ser modificado por:

Sintagma adjetival / Sintagma preposicional que deriva um sintagma adjetival OU Sintagma adverbial

Esses modificadores assumem diferentes funções sintáticas.

EXEMPLO:

• Livros bonitos (SN + Sintagma adjetival)

 

• Livros de português (SN + Sintagma Preposicionado)