Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
5





                                             

                            

 

 

 


Ulisses-Um Estudo, de Abdon F. de Meiroz Grilo
Ulisses-Um Estudo, de Abdon F. de Meiroz Grilo

ULISSES DE JOYCE ESTUDADO

 

James Joyce escreveu: “A única exigência que faço a meu leitor é que dedique a vida inteira à leitura de minhas obras”. Há quem se assuste com a piada do gênio irlandês, e muitos não dão a mínima para ela. No topo da lista dos livros mais falados, citados e menos lidos, certamente figura o elogiadíssimo e incensado romance ULISSES, de Joyce. Ao contrário de obras como O HOMEM SEM QUALIDADE, de Musil, ULISSES, para quem consegue ler, é colorido, engraçado, divertido e sexual.

 

ULISSES – UM ESTUDO (Editora Rio das letras, 736 páginas) é um livrão em formato 21x28 cm, e não é grande só pelas dimensões. Abdon Franklin de Meiroz Grilo, o autor, médico e militar, natural de Natal e radicado em Santa Maria desde o início dos anos 1980, depois de mais de seis décadas de admiração por Joyce e de quatro anos de trabalho, nos oferece uma obra gigante sobre o imenso Joyce. Grilo se formou em História e Teologia e, aos 82 anos, depois de viver e vivendo ainda apaixonado por livros, história e relações interpessoais, publica esta obra minuciosa e original.

 

Grilo fala com amplo conhecimento de causa sobre personagens, temas, símbolos e motivos do escritor irlandês e apresenta, ainda, resenha como análise da obra, além de uma pequena biografia de Joyce. A resenha segue-se, em cada episódio, colação entre a canção do poema homérico ODISSEIA e o episódio correspondente de ULISSES, com notas de apoio à leitura do texto.

 

Enfim, a obra de Grilo é um estímulo e um grande auxílio para o prazer de ler Joyce, um autor que criou novas formas literárias e foi artisticamente ousado nos conteúdos das mesmas. Vale dizer: James Joyce foi um escritor verdadeiro, desses inquietos e revolucionários, que mudam as velhas coisas estabelecidas e abrem caminhos para si e para os escritores futuros.

 

Grilo cotejou as três traduções de ULISSES para o português e revisou , durante meses, os verbetes de seu blog http://ulissesjoyce.wordpress.com sobre o livro. No blog, Grilo comenta traduções dos muitos termos em hebraico, grego e latim utilizados por Joyce. Grilo compara as soluções dos tradutores brasileiros para as citações, jogos de palavras e passagens mais enigmáticas de Joyce, e aponta equívocos e contradições. Fala do acerto ou não das menções à cultura hebraica, especialmente sobre datas festivas.

 

Acima de tudo, o grande estudo de Grilo é um convite para ler Ulisses com prazer e depois contar para os amigos com garbo alegretense.

 

Fonte: Jornal do Comércio/Livros/Jaime Cimenti (jcimenti@terra.com.br