Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
5





                                              

                            

 

 

 


Sonia Gonçalves
Sonia Gonçalves

ENTREVISTA com a Poetisa SONIA GONÇALVES                                            

 

Sua biografia:

 

Nascida no estado de São Paulo, na cidade de São Paulo,

Paulicéia pela qual morro de paixão

Palco onde cresci e passei minha infância,

Concluí meus ensinos nas redes públicas...

Exerci na rede privada a função de bancária por anos

Ex-muitas coisas, ex-empresária , comerciante e lojista, hoje escritora e poetisa.

Tenho o hábito de me sentir feliz e agradecida por estar bem, viva e com saúde.

Sempre fui apaixonada pela poesia, escrevo desde sempre, já escrevia longos e intermináveis diários na adolescência e continham um mundo secreto de poesia neles... Algumas eu salvei, outras nem sei em que lua foram inspirar...

 

Breve introdução de mim por eu mesma...

Sou admiradora feroz do grande potencial dos poetas brasileiros, mas leio os exportados, importados e exilados também, rsrsr.  Conheci a poesia de Camões na adolescência e me apaixonei pelos “Lusíadas”.

E todo aquele requintado vocabulário me aguçou a procurar os significados e estudar um pouco mais, me aprofundar no mundo riquíssimo da língua portuguesa. Diga-se no meu entender a língua mais linda quando falada corretamente.

Contudo, minha paixão é sem dúvida o texto Shakespeariano Romeu e Julieta. D’onde tiro muita inspiração para grande parte dos meus textos com teor mais romântico.

Amo de paixão, a história desses dois jovens apaixonados que poderia ter sido tão diferente, tivessem obtido o apoio da família ou não houvesse a famosa rixa entre os Capuletos e Montéquios...

 

Venho publicando meus textos desde que entrei para o Face.  Publico no Recanto das Letras desde então, quando também criei uma página, o Jardim secreto ll onde publicava as poesias e fotos panorâmicas, após criei o Só Poesie, onde tenho cerca  de mais de 500 poesias...

Em março desse ano publiquei meu primeiro livro intitulado “O Som Dos Poemas”

Livro mágico, cheio de poemas românticos com muito misticismo.

O som dos poemas traduz um pouco d’eu enquanto autora.

Poemas escolhidos com olhos de leitor; inspirados pela alma; soprados pelo vento e traduzidos pelos pensamentos poéticos que adoro ter.

 

Participações:

Participante na Antologia do blog  de Carmo Vasconcelos

Na Antologia Poética “O Diário das Almas Femininas”

“Antologia Internacional Espaço Do Poeta”

Participação como crítica literária na obra de Maria Helena Quartas (Portugal)

 

Como surgiu a escritora e poetisa SONIA “SON DOS POEMAS” GONÇAVES?

Acho que respondi essa pergunta quando conto que escrevia desde a adolescência, porém nunca havia publicado nada até então. Ao entrar para o Facebook e Recanto das Letras, quase que simultaneamente comecei a publicar meus escritos aqui no Face e a Joana  d’Arca e a Suely Gussoni me incentivaram muito para que eu viesse a publicar meus rabiscos, depois disso,  nunca mais escrevi privado. rsrsrsr

 

O que você acha de ser escritora em um país de poucos leitores, onde a literatura nacional não é valorizada e o custo de edição é alto?

Acho o que todos acham, gostaria imensamente de que fosse diferente, o povo voltado mais para a cultura e literatura, porém quem quer ler quando está com fome, não é verdade?  Ainda mais se for criança... Então acho que por isso vai sempre ficando para o segundo plano a leitura no Brasil. Porque o governo não incentiva e o povo vê como prioridade matar a fome d’pão e não d’alma o que vai gerando um hábito difundido entre os brasileiros, essa cultura errônea que não se vive de palavras... Ledo engano, pois muitos alimentos nos veem após o conhecimento do cultivo e manejo e isso é feito pela palavra, seja oral ou escrita.  A palavra é aliada da pena e o que está escrito tem uma força surpreendente, só precisamos ter consciência disso e saber o que e como dizer.

 

Qual o meio usado para publicação de seus livros?  Fale a respeito, informando os motivos de sua escolha.

Na verdade, eu preciso dizer que nunca sonhei em escrever um livro. Pensei em escrever sim, uma novela, algumas vezes, mas sonho de um livro e tal. nunca tive mesmo.  Não vou ficar mentindo para dar uma de intelectual, na verdade foi tudo muito rápido, quase um acaso, a Ely e o Jonas me convidaram. Há tempos somos amigos... Ai pensei...  Por que não?  E fiz!  Ficou show!  Gostei muito!

Também muito prático porque posso fazer o lançamento quando bem quiser, isso facilita muito.

 

Por que você recomenda a leitura de seus livros?

Recomendo primeiro porque é um livro...

E para você falar mal ou bem tem que ler, não é verdade?

Segundo, porque sei que muitos gostam da minha poesia, pelo menos a maioria dos meus leitores dizem que me curtem e gostam, então recomendo que me ganhem e me deem um presente nesse NATAL!  Ou seja... Comprem meu LIVRO!

E escolhi esse meio de divulgação porque é MODERNO, PRÁTICO E BARATO!

Você gosta de livros impressos?  Ótimo, só entrar no Clube de Autores e receberá a encomenda.  Ah, mas quero autografado... Sem problemas, só me contatar inbox e receberá autografado.  Mais barato que um kg de carne pode acreditar.  Mas livros de papel costumam dar alergia, criar mofo, ácaros... Sem problemas... É só acessar o site pagar mais barato que a metade do preço e ler on line o livro na íntegra...  Muitas poesias incluídas nele eu nunca publiquei... Quem comprou gostou, até agora nenhuma reclamação!

 

Deixe uma mensagem para seus leitores.

Minha mensagem é: Leiam-me muito e muito me imortalizem porque agora quero e quero muito...  E sonho em fazer muitos e muitos livros mais, inclusive o romance que estou escrevendo... Novo Romeu e Julieta do século XXI. Será? Veremos...

Fora isso... Leiam sempre e bastante, seja o que for, tenho vício de ler bula e placas, revistas, livros, romances de bolso... E tudo mais, desde criança, sempre...

 

Bem, nesse espaço me foi concedido o direito de falar sobre o que eu quisesse, e poderia falar sobre mil coisas, contudo vou falar sobre esse convite dessa amiga, que está sempre me aparecendo aqui e acolá... Nell Morato.

Nota-se de longe a personalidade determinada e independente desta mulher.

Séria e muita meiga sempre foi comigo... Então quero agradecer o convite e me desculpar pelo atraso em responder, dizer que fiquei imensamente feliz. Que já li muitas entrevistas publicadas por ela e nem imaginei que seria convidada.

Quero dizer que adoro vermelho, mas minha cor favorita é rosa.

Músicas tenho várias, adoro as clássicas e She do Elvis Costelo, atualmente ouvindo muito a Tiê cantora que descobri há uns 4 anos, mas que agora está na mídia.   Acho legal isso, de alguém que fica famoso, mas que você foi o primeiro a valorizar.

Adoro comida oriental, menos as carnes cruas que eles servem e o tofu, um queijo de soja. rsrs  Sou fã não! rsrsr

E acho, por causa do “tofu”, que devemos ser sempre honestos e verdadeiros, ainda que possa desagradar alguns... Explico:

Certa vez fui convidada para um almoço de semana mesmo, na casa de uma amiga do banco... Família japonesa, super simpáticos e amiga linda, foi minha madrinha de casamento inclusive. rsrsr... Na hora do almoço, aquele queijo lindo, maravilhoso, alvo e atraente... Eu com 18 anos, nunca tinha comido aquilo...

-Sônia, quer experimentar e ver se gosta queijo japonês?

Sônia muito gulosa e olhão... - Claro que quero!  Que coisa linda, textura firme  esse “queijo” (detalhe odeio soja, mas gosto do molho o tal Shoyo”)

Quando vou comer, aquele troço para na língua sem querer ir avante e a glote fica enjoada... rssrs  Mas engoli a muito custo, para não ser deselegante com a doce e gentil Mitiko, mãe da amiga japonesa... E veio a cruel pergunta:

- Sônia, gostou? - Hummm hummm rsrsrsrsr.  – Ah, que bom, pouca gente gosta né...Toma, pode comer a vontade... E tascou um queijo de soja inteiro no meu prato... Engoli com muito shoyo e ainda me foi oferecido mais... Levantei correndo e pedi licença para sair que estava muito atrasada. rsrsrsr  Aprendi a lição!

Não queira agradar ninguém, seja você!  Mas oh, sem exagero, seja ameno porque demais, nem você aguenta também... Tem que existir o meio, o equilíbrio pra tudo na tua vida ou desanda o sabor...

Também quero dizer que amo escrever, adoro!  Realizo-me escrevendo e não me importa se alguns dizem que poetas são loucos, que vivem na lua foragidos da vida... Nada disso para mim tem importância.  O importante é que amo o que faço e procuro fazer com amor e o tempo que nos escapa e nos rouba de outras coisas... Mas compensa o prazer de ver algo escrito por nós sendo lido, ou nós mesmos relendo ao longo tempo.

Estou sempre fugindo, já revelei isso!  “Meu defeito é adiar as coisas” Sempre deixando para amanhã... Minhas amigas que bem o digam... rsrs

E quero dizer a grande e querida amiga:

Que fiquei super honrada e feliz em ser convidada pela também escritora e poetisa Nell Morato para aqui escrever um tiquinho sobre mim.

Obrigada a você Nell Morato!

 

 

Atualmente escrevendo nos seguintes endereços e links:

 http://sopoesie.blogspot.com.br/

http://escrevendohapoema.blogspot.com.br/

http://insoniadoscontos.blogspot.com.br/

https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=7815431976613296278#allposts/src=dashboard

http://cronicasonlines.blogspot.com.br/

http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/publicacoes/index.php

http://avlacademiavirtualdeletras.blogspot.com.br/

http://sondospoemas.blogspot.com.br/