Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
4





                                              

                            

 

 

 


Retrato número 1
Retrato número 1

 

Professores à beira de um ataque de nervos

 

Esse não é um espaço para lamentações, mas é um espaço para expor verdades que poucos gostam de ouvir e muitos varrem para debaixo do tapete. Não é um momento divã, mas é um encontro entre o possível e o irreal, o inacreditável. Um espaço para soltar o verbo e esperar os sujeitos!

Vamos formar uma frase, ou quem sabe um parágrafo?

Coisas de professor...

... Coisas de gente.

Estaremos aqui lançando uma verdade com o propósito de angariar não apenas leitores, mas pessoas que reflitam, opinam e colaborem com opiniões. Vamos discutir a realidade. Serão pequenos trechos, recortes de uma vida dentro do espaço escolar. O que você faria? Como reagiria? E se fosse com você? O que você quer engolir, sapos, cobras ou o orgulho? Vamos falar?!

 

Retrato número 1:

O aluno está voltando do banheiro e encontra outro aluno de outra série. Ele grita para esse ‘colega’:

- Vou te pegar!

Entra na sala e a professora pergunta:

- O que houve?

- Vou pegar aquele guri!

- Mas é assim que se resolvem as coisas? Com briga?

- É sim, vou arriar o pau nele! Fica me tirando!

- E você vai dar nele porque ele te provocou?

- Claro!

- Mas não é assim que as coisas devem ser resolvidas. Devemos conversar.

- Ele me irritou! Vou dar um pau nele!!!

- Imagina, se os professores fossem resolver os problemas dessa forma? Se nós fôssemos dar em cada aluno que nos irrita...

- Tu bota a mão em mim eu pego essa classe que arrebento os teus cornos!!!

Momento em que todos olham para a professora para ver a reação. Melhor não comprar briga na frente de todos. Hora de falar com SOE. Retorno da profissional do SOE:

- Deixa prá lá. Nem esquenta. Tu não podes ficar assim enfrentando o guri. A vida dele é assim. Nem dá bola! Finge que nem foi contigo.

E se fosse com você? Qual seria o seu cardápio do dia? Sapo, cobras ou orgulho?

Ass.;

Uma professora à beira de um ataque de nervos