Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
2





                                              

                            

 

 

 


Pra Amanhecer Ontem, de Anna Mariano
Pra Amanhecer Ontem, de Anna Mariano

CONTEXTO HISTÓRICO EM OBRA

 

Após ser finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2012 com ATADO DE ERVAS – na categoria melhor romance de estreia –, Anna Mariano lança na próxima semana seu segundo trabalho de fôlego: PARA AMANHECER ONTEM (L&PM, 336 páginas).

 

O novo livro foi desenvolvido ao longo de cinco anos, período em que a autora escreveu e pesquisou sobre a década de 1970. Com ações naquela época, a história destaca a casa da tradicional família Sampaio de Alcântara, onde cresceram as irmãs Olga, Clotilde, Maria Eulália e Ana Rita. A partir delas, Anna Mariano discorre sobre a repressão em diferentes esferas.

 

Elisa, filha de Olga, é uma das narradoras. “Uma das vozes é dessa menina, dilacerada. Ela começa a ver o que está acontecendo no País, mas também tem uma obrigação com a tradição, com a família”, conta a escritora, que também tem no currículo OLHOS DE CADELA, livro de poemas finalista do Açorianos em 2006.

 

Com a ditadura militar brasileira como pano de fundo para o enredo, Anna Mariano evoca questões como a presença de pessoas silenciosas que não se envolveram diretamente com a política durante o período. “Cada uma das três irmãs – e mais uma irmã de criação –, reage de forma diferente à repressão”, descreve Anna, apontando também outros aspectos abordados: “Tem tanto a repressão política quando a repressão da tradição e uma repressão sexual muito grande em uma família do interior do Rio Grande do Sul nos anos 1970. Mas é um tema que não tem data”.

 

Para contar a história, a autora também conta com um narrador onisciente e, em outros momentos, faz uso do olhar de uma das protagonistas. Em um relacionamento atribulado, a personagem é capaz de ler mãos e enxergar o futuro, mas não consegue controlar seu próprio destino.

 

Paralelamente ao lançamento, Anna Mariano trabalha em um próximo romance – e espera levar metade do tempo exigido para finalizar PRA AMANHECER ONTEM. O elemento comum aos projetos é um contexto histórico: o panorama do trabalho inédito contempla italianos e a soja no Brasil. “Estou fazendo u ma pesquisa para ver como gaúchos levaram tradições para o Mato Grosso – e migraram, como os avós fizeram da Itália para o Brasil.”

 

Fonte: Jornal do Comércio/Ricardo Gruner em 24/09/2017.