Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
12





                                             

                            

 

 

 


Obras-Primas do Terror e do Suspense
Obras-Primas do Terror e do Suspense

OBRAS-PRIMAS DO TERROR E DO SUSPENSE

 

OS CRIMES DA RUA MORGUE E OUTRAS HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS (Fantástica Rocco, 224 páginas), do genial escritor norte-americano Edgar Alan Poe, traz o conto-título que inaugurou a literatura policial, apresentando o primeiro detetive do estilo, com raciocínio dedutivo, Auguste Dupin. O conto foi publicado pela primeira vez em 1841, na Graham’s Magazine. Dupin influenciou osclássicos Sherlock Holmes, de Arthur Conan Doyle; Arsène Dupin, de Maurice Leblanc; Hercule Poirot, de Agatha Christie; e o comissário Jules Maigret, de Georges Simenon.

 

A antologia com alguns dos melhores contos de Poe tem tradução e adaptação da grande escritora Clarice Lispector, que gostava muito de policiais e traduziu livros de Agatha Christie sob o pseudônimo de Mary Westmacott. Clarice traduziu obras de Jonathan Swift, Oscar Wilde, Júlio Verne e Jack London, entre outros; além de dramaturgos como Yukio Mishima e Henrik Ibsen; e poetas como Garcia Lorca.

 

Edgar Allan Poe nasceu em Boston, em 1809. Foi poeta, escritor, editor e crítico literário, um dos maiores escritores norte-americanos e um dos primeiros a viver profissionalmente da literatura. Vítima do alcoolismo, faleceu em uma taberna de Baltimore, com 40 anos de idade.

 

A vingança de um gato preto contra o dono cruel; as tormentas de um só brevivente de um navio-fantasma; a paixão pelo vinho como armadilha para uma atroz cilada; a misteriosa doença que destrói os últimos descendentes de uma rica e importante família; a tétrica obsessão de um homem pelos dentes da prima; a amada que retorna da morte para ocupar o seu lugar de direito; e um duplo e brutal assassinato ocorrido em um quarto fechado (assunto do conto-título) são os temas de algumas das histórias do livro. O macabro esconde-se em detalhes, no sobrenatural e no cotidiano de pessoas comuns, que trilham um caminho tênue do incerto ao desconhecido, entre a vida e a morte, a sanidade e a loucura.

 

Charles Baudelaire, o mais importante poeta francês da época, se encantou com os trabalhos de Poe, os traduziu para o francês e se empenhou Na divulgação.

 

Dois séculos depois, as obras de Poe seguem influenciando escritores das gerações seguintes e o conteúdo e estética delas motiva filmes, séries, games e histórias em quadrinhos.

 

Fonte: Jornal do Comércio/Livros/Jaime Cimenti (jcimenti@terra.com.br) em 05/11/2017