Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
1





                                              

                            

 

 

 


Criatividade e os Processos Criativos
Criatividade e os Processos Criativos

 

 

A criatividade começa com a ideia inovadora, o start, o click – ou seja o padrão do pensar; segue com o incômodo e o desequilíbrio que culminam na necessidade da criação – quer dizer o padrão do sentir e finalmente culmina com a concretização, a realização da ideia – o que significa o padrão do fazer.

A criatividade não se completa se não coexistirem o pensar, o sentir e o fazer, padrões do comportamento humano. É como se fosse um caminho, uma trilha que cooperasse para a organização única do criar de cada um. Esse caminho é o processo que permeia a ideia, a necessidade, o sentido, o pensamento e a ação, até o produto finalizado.

Assim, a criatividade está ligada diretamente a um processo, denominado processo criativo. Mas, o que é o processo criativo? Pode-se pensar que existe uma receita ou passos a seguir para um processo criativo dar certo. Pode-se até dizer que o processo criativo está diretamente ligado à técnica. Nesse caso, proponho uma discussão com o intuito de desmistificar a compreensão limitada sobre o complexo processo criativo…

Então, poderíamos definir processo criativo como a maneira através da qual algo, que possui muita imaginação e criatividade, é feito. Uma definição simples que, em parte, omite a profundidade do ato, já que entre pensar, sentir e fazer; ter uma ideia, criar e produzir inventivamente existem variáveis não citadas, como o “criador” (vamos chamar assim a pessoa que cria), o material/suporte, a linguagem, a técnica, o produto/a obra, a revisão, o público entre outras.

 

O processo criativo é um desencadear complexo de reflexões e ações, e vice-versa, que estão intrinsecamente ligadas em um diálogo entre as configurações internas ao “criador” e as configurações externas a ele. Tanto na livre expressão (improvisação) quanto na prática intensa da obra revisada e acabada. Este é composto por variáveis distintas e compõe de diferentes formas o ato criador. Sua finalidade, livre expressão/improvisação ou obra acabada, colabora para a definição da maneira de se manifestar. É importante que “o criador” descubra seu caminho, seu processo criativo, a forma pela qual consegue expressar seus sentimentos, pensamentos e ideias.

Na visão transdisciplinar não existe um processo criativo e sim muitos deles, repletos de camadas e de níveis de envolvimento e propósito. Existem, por exemplo, os místicos contemplativos com foco no ser e os artistas devotados enfocando o material. Nesses dois exemplos a vida está separada dos valores e do sagrado. Mas existem aqueles que estão na “Frente pela Libertação da Imaginação” trabalhando em paralelo o ser e o material, evocando a transformação alquímica. Qualquer que seja a sua maneira de criar, ela pode seguir adiante percorrendo um caminho livre, desimpedido e eficiente ou sofrer uma pane, um bloqueio.

Criatividade e processo criativo abordam e são abordados em uma perspectiva de ser e estar no mundo, onde cada “criador” comprova sua autenticidade por meio do seu envolvimento total e da sua linguagem (pintura, escultura, fotografia, desenho, teatro, cinema, narração oral ou literatura, entre outras), evocando as origens do ser, a expressão direta da própria vida, a visão mística. O ato criador torna-se uno à autoexpressão compondo um diálogo entre criatividade e ludicidade.

Convido vocês a libertarem a imaginação em 2015!!! Criem, recriem e co-criem… Não há nada mais transformador do que se autoexpressar e concretizar suas ideias!!! Feliz Ano Novo!!!

Luciana Ávila 



Luciana nasceu em março de 1974 na cidade de Salvador – Bahia. Como todo pisciano que se preza, é uma sonhadora e imaginadora de mão cheia. Adora a magia dos livros infantis… Tem dois filhos muito criativos que lhe acolhem e apoiam nas suas ideias, co-criando muitas produções!

Contato: luavila@eupapeleletras.com.br

Colaboração do escritor Josué Matos.