Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
6





                                              

                            

 

 

 


A Nona Vida de Louis Drax, de Liz Jensen
A Nona Vida de Louis Drax, de Liz Jensen

AS NOVE VIDAS DO MENINO ESTRANHO

                                           

A NONA VIDA DE LOUIS DRAX (Record, 238páginas, tradução de Maria Luiza Borges), romance de Liz Jensen, ex-jornalista e escultora inglesa, atualmente escritora em tempo integral e autora de oito romances, está sendo lançado no Brasil ao mesmo tempo em que sua adaptação para as telas de cinema em uma produção estrelada por Jaime Dornan (Cinquenta Tons de |Cinza), Sarah Gadon e Aaron Paul (Breaking bad) chegou ao Festival de Cinema do Rio de Janeiro e aos cinemas em outubro/2016.

 

A densa e profunda narrativa apresenta Louis Drax, um menino nada comum, como ele mesmo já conta no início.  Aos nove anos, já passou por oito situações de quase-morte.  Teve paradas respiratórias, caiu nos trilhos do metrô e teve 85% do corpo queimado, além de ter se afogado, se in toxicado gravemente com alimentos e sofrido uma série de doenças.

 

Dono de uma inteligência incomum, uma esperteza incrível e uma imaginação mórbida, no aniversário de nove anos ele sai para comemorar com os pais num piquenique.  Acaba caindo misteriosamente num penhasco.  Em coma profundo, será ajudado por um médico especializado em pacientes comatosos, pois o pai simplesmente desapareceu, e a mãe está em estado de choque.  O médico Pascal Dannachet, neurologista especializado, é sua única chance de recuperação.

 

O menino é um desafio para o médico, que se vê arrastado para o universo sombrio de Louis, envolto pelas intrigantes circunstâncias do acidente.  Foi mesmo acidente?  Quem teria sido o responsável?  O pai, como relatou a mãe à polícia?  Conseguirá Louis comunicar-se com o médico?  O doutor ouve as histórias do menino, a relação com os pais e vai usar toda a sua experiência de neurologista telepata para penetrar nos mistérios da mente do garoto.

 

Como se vê, a escritora que já foi indicada três vezes para o Prêmio Orange Prize e que integra a Royal Society of Literature e ministra aulas de escrita criativa, apresenta uma história com fortes ingredientes, trama poderosa e personagens com alto poder de sedução.  Sem deixar de ser humano, o romance é sombrio, provocador e os emaranhados de sua narrativa arrebatam os leitores.

 

“Pergunte só à minha mãe como é ser mãe de um menino que sofre acidentes o tempo todo, e ela vai te contar.  Não tem graça nenhuma.  Ela não consegue dormir, imaginando onde isso vai parar.  Vê perigo e toda a parte e pensa “tenho que protegê-lo, mas às vezes não dá”, é um trecho do romance, uma fala do menino estranho, que, com menos de 10 anos, já sobreviveu nove vezes.

 

Fonte:  Jornal do Comércio/Jaime Cimenti / jcienti@terra.com.br em 30/10/2016