Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
9





                                              

                            

 

 

 


A Difícil Lição de Ser Feliz
A Difícil Lição de Ser Feliz

A difícil lição de ser feliz

Por Cláudia de Villar

www.claudiadevillar.com.br

É muito difícil ser feliz. Isso não se pode negar. E essa verdade não pode ser escondida das nossas crianças, alunos e filhos. Não é como num passe de mágica em que, simplesmente, acordamos felizes. Às vezes, acordamos calmos, tranquilos, mas felicidade é bem mais do estar alegre. Muitos são os momentos em que a felicidade está no vencer uma competição. Difícil ser totalmente feliz quando para ganharmos é preciso ver o outro chorar de tristeza por ter perdido. Ser feliz é ter um celular do momento enquanto o outro não tem dinheiro para comprar comida. Mas como ser feliz ao partir para uma viagem dos sonhos deixando seus pais chorando no aeroporto? A felicidade, muitas vezes, está no início da tristeza do outro. Temos que aprender isso.

Como ensinar a uma criança que a felicidade em “se dar bem numa prova” significa negar a si mesmo momentos felizes com amigos, pois devemos ficar estudando? A felicidade vem após uma renúncia dolorosa. É como a mãe, que mesmo com um parto dolorido, diz que está feliz por saber o que está por vir. A dor compensa a felicidade que virá depois.

 

         

 

Não é fácil ser feliz quando temos que ir em busca da nossa felicidade. Porque é assim. A felicidade tem que ser conquistada com luta e alguns momentos de dor. Temos que aprender a sermos felizes com poucas dores. E isso é uma difícil lição a ser ensinada. Se não consigo tirar um 10 numa prova, posso aprender a sorrir com um 8. Se não posso ter o celular dos sonhos, posso abraçar meu amigo que mora ali pertinho. Se aquela viagem não rolou, que tal fazer um grande almoço em família?

Assim é a vida em família, em comunidade e na escola. E, chegando ao fim de um ano letivo, onde todos querem ser aprovados, mas alguns não conseguem, o que devemos pensar é se já fui feliz antes. Deixei de estudar para brincar? Então fui feliz naquele momento. E vejam! Temos a cada dia, a cada ano, a chance de recomeçar e decidirmos quanto vamos abdicar de algo para sermos felizes. Se queremos felicidade agora ou daqui a pouco. Felicidade sempre? Utopia.

A todos, desejo um Natal Feliz e um Ano Novo repleto de lições felizes.