Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
7





                                              

                            

 

 

 


15 - Dúvidas Eternas por Sérgio Nogueira
15 - Dúvidas Eternas por Sérgio Nogueira

15 – DÚVIDAS ETERNAS por Sérgio Nogueira

 

ZIGUE-ZAGUE, ZIG-ZAG ou ZIGUEZAGUE?

Você sabe como se chama aquele traçado de linhas retas, que formam ângulos ao mudar de direção, não sabe?  Como você escreveria essa palavra:  ZIGUE-ZAGUE (com GUE e Hífen), ZIG-ZAG (Com G e hífen), ZIGZAG (com G mas sem hífen) ou ZIGUEZAGUE (com GUE e tudo junto, sem hífen)?

Segundo os dicionários, a grafia correta é ZIGUE-ZAGUE, com GUE e HÍFEN.  Essa palavra vem do francês ZIGZAG, com G e sem hífen.

Mas, segundo o sistema ortográfico da língua portuguesa, devemos usar hífen nos com postos de dois substantivos não separados por qualquer elemento;

Parece difícil?

Vamos simplificar: palavras compostas formadas por elementos iguais ou semelhantes devem ser escritas com hífen:  ZIGUE-ZAGUE, TIQUE-TAQUE, CORRE-CORRE, QUEBRA-QUEBRA, LENGA-LENGA, RECO-RECO, PINGUE-PONGUE, TIM-TIM, TICO-TICO, TI-TI-TI, BOM-BOM, ZUM-ZUM-ZUM.

 

DESINTERIA ou DISENTERIA?

Não precisa ficar com vergonha, muita gente já teve aquele probleminha estomacal que faz correr em busca do banheiro mais próximo.

E, também, todo mundo já teve dúvida sobre a maneira certa de dizer e escrever essa palavra.

Afinal, o certo é DISENTERIA ou DESINTERIA?

Muita gente escorrega na hora de falar a palavra, porque as duas maneiras são bem parecidas e pela forma como muita gente pronuncia o E com o som de I.

Não precisa sair correndo para pegar o dicionário:  o certo é DISENTERIA (D-I-S-E).

A palavra vem do grego ENTEROS, que significa intestino.  Dessa palavra também deriva enterite, que é uma inflamação no intestino.

E o prefixo que designa “mau funcionamento” é DIS-, por isso: disfunção, disritmia, dispepsia...

Agora não passe mais vexame e lembre-se de que dEsInteria não existe.

 

VOCÊ SABE o QUE é “TRINITÁRIO-TOBAGENSE”?

Como já foi explicado recentemente, gentílico é um tipo especial de adjetivo que designa procedência.

Francês é um gentílico e refere-se a tudo que procede da França: a culinária francesa, a língua francesa, a cultura francesa.

Mas existem alguns gentílicos curiosos, ou pelo menos pouco conhecidos.  Vou dar alguns exemplos:

TRINITÁRIO-TOBAGENSE é aquilo que procede da República de Trinidad e Tobago.  Também podem ser usados os gentílicos trinitário, trinitino e tobaguiano.

E pacenho? É o que procede de La Paz, uma das principais cidades da Bolívia.

O monegasco é o que vem de Mônaco, aquele pequeno principado, famoso por sua prova de automobilismo.

Já quem vem de Madagascar é malgaxe.

Está certo que dificilmente usaremos essas palavras em nosso dia a dia.  Mas é bom saber, para alguma eventualidade.

 

EXPECTADOR x ESPECTADOR

Existem algumas duplinhas de palavras que confundem porque têm o mesmo som, mas se escrevem de maneira diferente e têm diferentes significados.

É o caso de ESPECTADOR (com S) e EXPECTADOR (com X).

Uma delas dá nome à pessoa que presencia um evento ou que assiste a um espetáculo.  A outra significa alguém que fica na expectativa, que fica na espera.

Depois dessa dica, ficou mais fácil?  Pois é.  EXPECTADOR com X é a pessoa que fica esperando alguma coisa acontecer, que fica, como o nome já diz, na expectativa.

Já o sujeito que vai ver um show, um jogo de futebol ou que fica vendo TV em casa mesmo, esse é o ESPECTADOR, com S.

Os espectadores de TV têm até um nome especial:  TELESPECTADORES, também com S.

A forma telexpectadores, com X, não existe.

 

Fonte:  Jornal O Sul/Dúvidas Eternas(snconsultoria@terra.com.br)